terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Psis em crises de emergência

       São inúmeras as consequências das chuvas na  Regão Serrana:  aproximadamente 700 mortes, 7.780 pessoas estão desalojadas (aquelas que estão na casa de vizinhos ou familiares) e 6.050 desabrigadas (aquelas que perderam tudo e necessitam de abrigos públicos), de acordo com o último balanço da Defesa Civil Estadual. Esse fato vem mobilizando muitos profissionais da área de saúde como médicos, enfermeiros e psicólogos para ajudarem pessoas que perderam parentes e casas.
       Lidar com a perda de parente, com a perda de casa e pertences não é fácil. Por isso, a ajuda psicológica nesse momento é muito importante. Nesse momento, o psicólogo pode auxiliar as pessoas a lidarem com as alterações bruscas da vida,  em que elas se vêem afetadas por uma situação de crise ou de emergência. O que ocorreu na Região Serrana é uma circunstância que gerou um impacto muito forte na vida de inúmeras pessoas que vivenciaram momentos difíceis de desespero, sufoco e perda.
       Participo de um grupo de email que reúne estudantes de psicologia e profissionais e achei muito bacana a mobilização de vários psicólogos.  É muito importante a arrecadação de donatários! Mas toda ajuda é sempre bem vinda!!!

                    


foto retirada do site: http://picasaweb.google.com/lh/view?q=trag%C3%A9dia%20regi%C3%A3o%20serrana&psc=G&filter=0#5562956798731001954

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Só por hoje - Oração da Serenidade

SÓ POR HOJE - procurarei viver apenas o dia que passa, sem tentar resolver ao mesmo tempo todos os problemas da minha vida. Durante vinte e quatro horas apenas, poderei fazer alguma coisa que me encheria de pavor se eu pensasse que tinha de a fazer pelo resto da minha vida.


SÓ POR HOJE - sentir-me-ei feliz. Farei verdadeira aquela frase de Abraham Lincoln: - "A maior parte das pessoas é tão feliz quanto resolve ser".

SÓ POR HOJE - procurarei fortalecer a minha inteligência. Aprenderei alguma coisa de útil. Vou ler alguma coisa que exija esforço, pensamento e concentração.

SÓ POR HOJE - procurarei adaptar-me aos factos, em vez de procurar adaptar tudo o que existe aos meus próprios desejos.

SÓ POR HOJE - exercitarei a minha alma de três maneiras: - Procurarei fazer um benefício a alguém, sem o contar a quem quer que seja. Farei, pelo menos, duas coisas que hoje não me apetece fazer, só por exercício. E se alguma coisa me magoar, não o revelarei a ninguém.

SÓ POR HOJE - procurarei mostrar melhor aparência: - vestir-me-ei bem, falarei baixo, agirei delicadamente, não farei críticas e não tentarei corrigir, nem dar ordens a ninguém a não ser a mim mesmo.

SÓ POR HOJE - estabelecerei um programa de acção. É possível que não o siga à risca, mas tentarei. Vou evitar duas pragas: - a pressa e a indecisão.

SÓ POR HOJE - dedicarei uma meia hora a mim mesmo para meditação e repouso. Durante essa meia hora vou procurar ter uma melhor perspectiva da minha vida.

SÓ POR HOJE - não terei medo. Especialmente, não hei-de ter medo de apreciar a beleza e de acreditar que aquilo que eu der ao mundo, o mundo me devolverá.
  

.

.